O Real Madrid deixou escapar o triunfo contra o Celta (2-2) em casa no dia 24 no Santiago Bernabéu. Os madridistas, exigentes como sempre, apontaram Marcelo como um dos grandes culpados pelo empate.

O treinador francês na coletiva após o jogo, defendeu o lateral esquerdo: “Não acho que isso nos enfraqueceu na defesa, porque ele estava muito bem lá atrás também, mas vocês sempre trazem os números, mas estou feliz.” O brasileiro jogou um bom jogo, deu a assistência para Kroos marca o gol de empate e deu boas chegadas no ataque, apesar de ainda o terem criticado defensivamente.

Desta forma, a torcida madridista o vaiou em alguns momentos pelo seu segundo jogo consecutivo no Bernabéu, após a dura derrota e eliminação contra o Real Sociedad na Copa do Rey. Marcelo jogou contra a Real Sociedad e contra o Celta e os números estão aí: cinco gols a favor, mas seis contra.

No total, como revela o jornalista Pedro Martín, o Madrid, com o Marcelo em campo, em 1.256 minutos marcou 36 gols e sofreu 17. Enquanto sem ele, em 1926 marcou 37 e sofreu 13. Os números não o deixa em um lugar confortável, mas Marcelo pode jogar novamente contra o Levante, porque Mendy tem quatro amarelos e, se ele tomar outro, não poderá jogar o clássico contra o Barcelona.