O Real Madrid assinou com três joias brasileiras (Rodrygo, Vinícius Jr e Reinier) com grande potencial futebolístico. A esperança depositada pelo clube merengue nesses jogadores é muito alta e, no caso de Vinicius e Rodrygo, eles contam com oportunidades para demonstrá-lo no primeiro time. O caso de Reinier é diferente, o jogador de futebol ainda não teve chance de subir para o primeiro time por conta da cota extra-comunitárias e também chegou no meio da temporada, diferentemente de seus compatriotas. Ainda assim, uma primeira observação pode ser feita.

Quanto custaram?

Vinicius veio do Flamengo no valor de 45 milhões de euros no verão de 2018. Rodrygo foi a segunda contratação, vindo de Santos por 45 milhões de euros em julho da temporada passada. A terceira chegada foi Reinier neste mercado de inverno, também do Flamengo por 30 milhões de euros.

Quanto às estatísticas, a comparação não é equilibrada. Reinier alcançou dois gols em três jogos disputados com o Castilla, mas a segunda divisão é diferente da primeira divisão. Até mesmo a sua adaptação foi diferente pois Reinier chegou no meio da temporada.

Confira os números

Os outros dois jogadores (Vinicius e Rodrygo) atuaram pela equipe principal. Estatisticamente, Rodrygo lidera. O ex-jogador do Santos conseguiu marcar 2 gols em 12 jogos da Liga, Vinicius precisou de 19 jogos para esses gols. A Liga dos Campeões é a competição que desequilibra a balança.

Rodrygo conseguiu marcar 4 gols em quatro partidas disputadas nas competições europeias. Em vez disso, Vinicius conseguiu marcar um gol em cinco partidas disputadas na Liga dos Campeões. O que dá uma vantagem inegável para o ex-Santos do ponto de vista estatístico.

No caso técnico, é o único aspecto em que os três jogadores de futebol podem ser comparados com um certo equilíbrio. Rodrygo e Vinicius têm o defeito de não tomar as melhores decisões em momentos importantes. Reinier é um belo jogador, com muita habilidade para tomar as decisões corretas, o que o torna um pouco superior aos seus compatriotas nesse aspecto.

Para a torcida branca, resta uma forte esperança de para o futuro do Real Madrid dada a qualidade de Rodrygo, Vinícius Jr e Reinier. Somados a outros jovens como Militão, Asensio, Valverde, Hakimi, Jovic, Odegaard, Kubo, Dani Ceballos e Lunin, essa geração pode fazer história no Madrid.