Os irmãos Nacho Fernández e Alex Fernández não estão passando por um bom momento, já que o coronavírus já causou a morte de um membro da família, mas ambos querem continuar sendo positivos sobre o assunto e pensam que logo terminará se as pessoas ouvirem as autoridades. .

“Estou vivendo como todo mundo, em uma situação estranha. Tudo é super estranho. Mas eu carrego da melhor maneira possível e com minha família. Em Madri, membros da família que deram positivo e um parente idoso que morreu. Podemos dizer que isso já nos afetou ”, afirmou o jogador de Cádiz.

“Isso é algo que você não acha que terá que viver. Você nunca está preparado para uma situação dessas; é impossível imaginá-la. O que eu mais quero agora é que não leve um grande número de pessoas. Estamos nessa luta e contribuímos com nosso compromisso de estar em casa cumprindo o que nos recomendam. “, afirmou o irmão de Nacho Fernández.

“As pessoas que têm que trabalhar na rua, forçadas por essa situação, me entristecem muito. São elas que vão acabar com essa situação no final, mas, ao mesmo tempo, são as mais expostas.”, declarou com lamentação.

Mas, ao mesmo tempo, ele também tem muita certeza de que tudo poderá voltar ao normal em breve: “Estou calmo, o que acho muito conveniente no momento. Levanto-me e faço o trabalho indicado pelos técnicos. Então o dia abre espaço para brincar com meu filho e estar com os cães, o que também nos fazem muita companhia. É viver em família sob essa complexa situação de não conseguir sair. E, felizmente, temos espaços para desenvolver esse dia-a-dia tão diferente do que estamos acostumados.”

O irmão do zagueiro central do Madrid é um dos jogadores de alto nível que estão colaborando com os mais necessitados nesta pandemia de coronavírus.