Apesar de ser um dos maiores talentos da história do futebol, Ronaldo Nazário parece ter sido uma fonte de dor de cabeça para seus treinadores.

O ex-técnico do Real Madrid, Fabio Capello lembra que o brasileiro gostava tanto de festejar em seu tempo livre que isso se tornou um problema no vestiário.

“O maior talento que já treinei foi Ronaldo”, disse Capello à Sky Sport.

“Mas, ao mesmo tempo, ele foi o jogador que mais criou problemas para mim no vestiário. Ele costumava dar festas e fazer tudo”.

“Uma vez o Van Nistelrooy me disse: ‘treinador, o vestiário cheira a álcool’.”

“Então Ronaldo foi para o Milan e começamos a ganhar, mas se estamos falando de talento, ele foi o melhor, sem dúvida”.

Fabio Capello mudou-se para Madri da Juventus como resultado do escândalo de Calciopoli, quando a velha senhora foram punidos com um rebaixamento à Série B em 2006.

Apesar de ganhar o título da La Liga 2006/07, Capello foi demitido em junho de 2007.

Quanto a Ronaldo, o lendário atacante brasileiro jogou pelo Los Blancos de 2002 a 2007, tendo marcado 104 gols em 177 jogos. Apesar de ter jogado em Barcelona e no Madrid, ele é reconhecidamente torcedor dos brancos.