Van Nistelrooy e Fabio Capello

Ruud Van Nistelrooy adotou as redes sociais para negar as alegações de Fabio Capello de que ele havia dito que o vestiário do Real Madrid cheirava a álcool durante o tempo da dupla no Santiago Bernabéu.

“O maior talento que já treinei foi Ronaldo”, disse Capello à Sky Sport no início desta semana . “Mas, ao mesmo tempo, ele foi o jogador que mais criou problemas para mim no vestiário. Ele costumava dar festas e fazer tudo. Uma vez que Van Nistelrooy me disse ‘treinador, o vestiário cheira a álcool’.”

O holandês, no entanto, “nega completamente” os comentários de Capello.

“À luz de algumas declarações feitas por Fabio Capello, alegando que certa vez eu disse que o vestiário do Real Madrid ‘cheirava a álcool’, quero negar completamente esses comentários”, twittou Van Nistelrooy na quarta-feira.

“[Todos] naquele vestiário mostraram o máximo de profissionalismo desde o primeiro dia. Todos nós trabalhamos e defendemos o emblema do clube de maneira integral e profissional”.

Van Nistelrooy marcou 64 e marcou 16 gols em 96 jogos pelo Madrid entre 2006 e 2010.

Ele passou sua temporada de estreia no Bernabéu sob Capello, quando o italiano foi demitido em 2007, menos de um ano após sua segunda passagem pela capital espanhola.