O Real Madrid voltou a treinar nesta manhã em Valdebebas com a ausência de um jogador de futebol. Depois que todos os testes de PCR para coronavírus foram realizados em todos os membros da equipe, Mariano Díaz seria positivo e é isolado em casa. Dessa forma, ele não poderá viajar para Manchester para enfrentar a cidade de Guardiola, já que ele terá que ficar confinado por 14 dias.

Apesar das notícias, o restante dos jogadores conseguiu treinar normalmente nesta terça-feira em Valdebebas. Todos (exceto Mariano) passaram nos testes de PCR para coronavírus. Como os testes foram realizados em suas respectivas casas, e não na Cidade dos Esportes, não havia risco de contágio para o restante da equipe.

Vale ressaltar que Mariano não compartilhou férias com nenhum de seus colegas . Ao contrário de outros jogadores como Vinicius, Rodrygo e Militao (que estavam juntos em Ibiza), o espanhol-espanhol passou seus dias de folga com familiares e amigos fora do Real Madrid.

O clube branco acaba de emitir uma declaração oficial confirmando o positivo de Mariano. Medidas sanitárias rigorosas estão sendo rigorosamente observadas, portanto, atualmente não há risco de casos mais positivos na força de trabalho . O resto dos jogadores testou negativo e, portanto, treinou esta manhã.

“Após os testes COVID-19 realizados individualmente em nossa primeira equipe de futebol ontem pelo Real Madrid Medical Services, nosso jogador Mariano deu um resultado positivo . O jogador está em perfeita saúde e em conformidade com o protocolo de saúde de isolamento em casa “.

O ponto positivo para o coronavírus de Mariano Díaz ocorre justamente quando o Real Madrid prepara a segunda mão contra o City e, ao mesmo tempo, resolve o futuro de vários jogadores (incluindo o hispânico-dominicano). Ele terá que passar 14 dias isoladamente em sua casa, e então poderá sentar-se e negociar com o clube um destino que lhe permita ter minutos na próxima temporada.