Não há dúvida de que Eden Hazard é um dos melhores jogadores do planeta. Embora não tenha se destacado em seu primeiro ano no Real Madrid devido a lesões, o belga tem moral e, acima de tudo, motivação. Ele está convencido de que seu melhor momento no clube branco ainda está por vir e que é apenas uma questão de tempo até que ele volte a ser o craque mundial que foi na Premier League.

Aproveitando o fato de que na próxima sexta-feira o Real Madrid viaja para Manchester para disputar a segunda mão das oitavas da Liga dos Campeões, Hazard deu uma entrevista à UEFA. Nisso, é claro, ele falou da equipe Guardiola, os gols mais bonitos que ele lembra desta competição e também enviou uma mensagem para aqueles que o criticam por não ter marcado tantos gols.

“Na minha opinião, não só penso em marcar gols. Alguns jogadores agora pensam apenas em marcar gols, mas sou mais do tipo de jogador que pode criar coisas e é por isso que gosto de dizer que sou mais um assistente do que uma máquina de gols”, explicou o belga.

Os fãs que acham que Hazard é goleador como Cristiano Ronaldo estão errados. Logicamente, ele também gosta de ser decisivo a esse respeito, mas a contribuição do belga vai muito além: “Prefiro dar assistências, mas também gosto da sensação de marcar um belo gol, no último minuto, e vencer o jogo no final”.

Em relação ao jogo de sexta-feira, no qual tudo indica que ele começará, ele estava muito motivado: “Acho que o mundo, as pessoas em geral, precisam assistir futebol porque isso lhe dá felicidade, é por isso que todos gostamos de futebol. Meses se passaram sem a Liga dos Campeões e sem partidas desse nível, e as pessoas só querem ver isso”.

Por fim, Eden Hazard elegeu os melhores gols que já viu na história da Liga dos Campeões. Embora tenha ficado com o famoso voleio de Zidane, ele também se lembrou das bicicletas de Bale e Cristiano: “Zidane na final do Champios contra o Leverkusen em 2002. Quando a bicicleta do Cristiano na televisão, eu disse para mim mesmo: “Uau, que gol!” E, com Bale: “Que bom que todos estão aqui!”.